terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Desvendando a Magia do Natal e Réveillon em Orlando







Natal e Réveillon em Orlando: Um bicho de sete cabeças

Toda vez que me perguntam qual é a época mais bonita em Orlando, respondo que considero dezembro como o período mais lindo e delicioso da cidade. É quando a magia se intensifica, os parques ficam todos decorados, o clima natalino invade cada esquina... Estar lá nestes dias é um grande privilégio!

Mas quem vai para Orlando entre o final de dezembro e o começo de janeiro deve estar preparado para, além de admirar a beleza natalina da cidade, enfrentar a maratona que é passar o Réveillon lá. Particularmente a semana entre o dia 25 de dezembro e o dia 01 de janeiro é marcada por grandes filas, parques lotados e multidões. Refeições em restaurantes concorridos? Só com reserva antecipada. Quer aproveitar todas as atrações de cada parque? Chegue MUITO cedo e saia na hora que ele fechar. Ou então dedique mais de 1 dia aos mais concorridos.

Mais do que em qualquer outra época do ano, o Réveillon demanda um planejamento inteligente e detalhado, que vai desde escolher qual parque passar o Natal até decidir sobre como seria o Ano-Novo ideal em Orlando. Claro que cada viajante tem suas particularidades, e o que é bom para um pode não ser para outro. Mas tendo passado alguns finais de ano na terra da magia, pude notar alguns fatos a respeito deste controverso período.

Onde passar o Natal? Em primeiro lugar, é importante lembrar que o Natal nos EUA é totalmente comemorado no dia 25. Isso significa que a ceia não é no dia 24, como ocorre no Brasil, mas sim no dia seguinte.

O dia 24 não é o mais cheio do ano nos parques, por incrível que pareça. Não espere pegá-los vazios, mas eles também não estarão abarrotados como no Réveillon. Uma explicação plausível é que muitas pessoas vão aos shoppings e mercados fazer as últimas compras de Natal. De qualquer maneira, o dia 24 apresentará filas maiores do que períodos de baixa temporada, já que haverá gente do mundo inteiro, que não está nem um pouco preocupada em destrinchar o perú no dia seguinte.

Sugestões para o dia 24 de dezembro: Quem quiser uma véspera de Natal mais calma, mas não menos bonita, deve seguir para o SeaWorld, que é sempre mais vazio que os outros parques e conta com uma programação natalina excepcional, com show de patinação no gelo, fogos de artifício, luzes dançantes... Outra recomendação é o Epcot, um parque cujo espírito combina perfeitamente com o Natal, e que tem ótimos restaurantes para quem quiser um jantar especial. Evite a todo custo os shoppings, mercados e outlets. Além de estarem lotados de compradores de última hora, as promoções serão raras, já que as liquidações só começam depois do dia 25.

Sugestões para o dia 25 de dezembro: Se existe uma data morta nos EUA, é esta! O único dia do ano em que locais como Olive Garden fecham. Outlets, shoppings, lojas? Nem pensar! Estarão todos de portas cerradas. O que sobra para o pobre turista? Ir aos parques. Com isso, Disney, Universal e SeaWorld costumam lotar de maneira absurda. A dica é seguir para algum local menos concorrido, como o Discovery Cove, algum outro parque aquático, ou atrações avulsas da International Drive. Quem quer se esbaldar nas compras deve aproveitar o dia 26 para estourar o cartão de crédito nas promoções pós-Natal!

Sugestões para o dia 31 de dezembro: Eis a data cabalística!

Antes de mais nada, tenha em mente que, caso decida ir a algum parque com programação na virada, você passará mais de 15 horas fora do hotel. O ideal é chegar no horário de abertura (geralmente, é às 8h da manhã neste dia). E só sair de lá, obviamente, após a meia-noite. Quem está hospedado em algum hotel da Disney terá direito às Extra Magic Hours noturnas no Epcot, Magic Kingdom e Hollywood Studios, podendo ficar lá das 8h às 3h da madrugada, portanto!

Mas afinal, onde é bom passar o Réveillon em Orlando? Vamos começar dividindo 2 categorias distintas:

Fora dos parques: Neste caso, não há muitos segredos. Você pode investir em uma programação mais light durante o dia, e à noite dirigir-se ao local da virada. Lembre-se que, via de regra, não há comemorações de rua em Orlando. As opções fora dos parques são uma ceia em um bom restaurante, Downtown Disney, que tem uma queima de fogos bacana, e o Citywalk, que concentra uma animada multidão.

No caso do Citywalk, cabe ressaltar que tanto a Universal Studios quanto o Islands of Adventure costumam fechar antes da meia-noite no dia 31, o que dispersa uma multidão no complexo de entretenimento, além daqueles que vêm especificamente para a hora da virada. Não é uma opção muito recomendada para famílias com crianças pequenas, pois trata-se de um Réveillon mais adulto, as várias baladas do Citywalk fervem, atraindo um sem-número de jovens.

Animal Kingdom e os parques aquáticos também fecham antes da meia-noite.

A desvantagem de passar o Ano-Novo fora dos parques é que perde-se muito o clima de magia. Não há queima de fogos como as dos parques em lugar algum de Orlando.

Dentro dos parques: Magic Kingdom, Epcot, Hollywood Studios e SeaWorld oferecem programações especiais no dia 31. São atrações lindas, queimas de fogos memoráveis, com trilha sonora marcante. Mas será que é bom passar o Réveillon em todos estes parques?

Magic Kingdom: O parque-símbolo de Orlando é muito procurado por famílias com crianças e por turistas que consideram ser esta a melhor opção para um Réveillon mágico. Eu não compartilho desta opinião. Apesar de ter uma queima de fogos linda, o Magic Kingdom fica absurdamente lotado no dia 31. Como ele é um parque grande e com pouca vazão, dificilmente será possível aproveitá-lo por completo em um dia tão movimentado. Além disso, no dia 30 há uma prévia da mesma queima de fogos do Réveillon...

Epcot: Talvez o maior mito do Réveillon em Orlando. A maior parte dos turistas sempre pensa em passar a virada neste parque. Muitos brasileiros que sempre o criticam, aliás, passam a amá-lo no final de dezembro... Eu navego no sentido contrário: Adoro o Epcot durante o ano inteiro, e fujo dele no dia 31. O parque, que já é cansativo normalmente, fica MUITO cheio. Fila de 3 horas no Soarin'? Estou fora! Há alguns anos, a queima de fogos consiste em uma espécie de contagem regressiva mundial. Cada país do World Showcase promove uma pequena demonstração pirotécnica, e ao final, os fogos explodem na lagoa. Há 2 apresentações especiais do Illuminations: Reflections of Earth antes da meia-noite. E para pegar um bom lugar, é preciso se posicionar ao redor da World Showcase Lagoon pelo menos 2 horas antes da virada. O Réveillon do Epcot é bastante animado e bonito, com festas nos 11 pavilhões dos países, e bastante bebida alcoólica disponível (item proibido no Magic Kingdom). Mas por toda a lotação, não é minha opção predileta.

Hollywood Studios: Meu parque favorito para o Réveillon em Orlando! Subestimado devido à preferência dos turistas pelo Epcot e Magic Kingdom, o Hollywood Studios é uma excelente opção para a data, por se tratar de um parque menor, menos cansativo, e não tão cheio quanto os demais. Adicione à receita o universo do cinema que ronda o parque, e você terá uma passagem de ano inesquecível (melhor ainda se der pra conjugar com um jantar no Hollywood & Vine ou no Hollywood Brown Derby). A comemoração chama-se "Lights! Camera! Happy New Year!", e se concentra na rua principal do parque, a Hollywood Boulevard, que leva até o chapéu de feiticeiro do Mickey. Embaixo dele, uma banda toca músicas que animam ainda mais a noite! Recomendo ficar no meio da Hollywood Boulevard, de onde se tem uma ótima visão do palco, do chapéu e dos fogos. A hora da virada é marcada por um belíssimo espetáculo pirotécnico, acompanhado por ótima trilha sonora, que pode ser composta tanto por sucessos do cinema quanto por clássicos do rock. Em alguns anos, há até chuva de papel picado na rua. Mais Hollywood, impossível!

Veja como foi o último Réveillon no Hollywood Studios neste vídeo:




SeaWorld: É o parque ideal para quem quer um Réveillon bonito, porém calmo. Há uma boa queima de fogos, além dos espetáculos natalinos, mas a virada do ano no parque da Shamu não tem o mesmo charme dos parques da Disney.

Qualquer que seja a sua escolha, planeje estar no parque na hora da abertura dos portões. É comum eles atingirem sua lotação máxima no decorrer do dia, e quando isso acontece, ninguém mais entra! E nem pense em sair no meio da tarde para voltar à noite. Há até uma escala de movimento na Disney, e o grau máximo, que costuma ser atingido no dia 31, proíbe até a entrada dos hóspedes dos hotéis do complexo. E prepare-se para pegar muito trânsito na saída dos parques. É comum demorar mais de 1 hora só para sair do estacionamento.

Seja qual for sua decisão, para o Natal ou para o Réveillon, tente reservar algum bom restaurante. Além de ser um momento de descanso, uma refeição reforçada e gostosa adicionará ainda mais magia a um dia que já é especial.

Sugestões para o dia 01 de janeiro: Apesar de ser feriado internacional, os principais shoppings e outlets de Orlando abrem normalmente. A sugestão é acordar mais tarde (lembre-se que o dia anterior terá terminado no meio da madrugada apenas), e seguir para algum outlet ou centro de compras mais tranquilo, como o Lake Buena Vista Factory Stores e o The Loop. À noite, uma ida a Downtown Disney ou Citywalk (com um bom restaurante reservado).

E nos dias entre o Natal e o Réveillon? Trata-se da semana mais cheia em todo o ano. Se você estiver em Orlando antes do dia 25 e/ou depois do dia 01, tente preencher esta semana intensa com programações mais leves, parques menos concorridos, compras...

Apesar de todos os senões, das estratégias de guerra e das grandes filas, passar o Natal e o Réveillon em Orlando é uma dádiva! Duvida que valha a pena enfrentar todos estes percalços? Então dê uma lida nos tópicos sobre o Natal em Orlando: viewforum.php?f=248. E após assistir a uma queima de fogos digna de cinema, começando o ano com o pé direito, não haverá fila, trânsito ou aglomeração capaz de tirar o sorriso de seu rosto. Eu pretendo ainda passar muitos dias 31 de dezembro no Hollywood Studios, sob chuva de papel picado, trilha sonora de primeira e um espetáculo visual memorável!

Have a magical New Year!

E você, já passou o Natal e o Réveillon em Orlando? Em qual parque? Gostou? Tem alguma dica?Conte para nós a sua experiência!

(Falando de Viagem . com . br )

Nenhum comentário:

Postar um comentário