terça-feira, 6 de outubro de 2015

A História de Walt Elias Disney (Síntese da história do pai de Mickey Mouse, desde a criação do primeiro curta-metragem até a construção do Walt Disney World).

DSC00136.JPG
                                                         Celebrate Parade - A Dream Come True / Foto: Acervo


Walt Disney
Nascido em Chicago, Walter Elias Disney era um dos cinco filhos do casal Elias e Flora Disney e passou a maior parte de sua infância em Marceline, no Missouri, Estados Unidos. Desde cedo, Walter mostrava ter talento para as artes e vendia alguns desenhos para seus vizinhos, mesmo sem o apoio dos pais. Mesmo assim, aos 14 anos conseguiu permissão para estudar no Kansas City Art Institute.
Depois de não conseguir entrar para o Exército, Walter e um amigo se juntaram à Cruz Vermelha. Aos 18 anos, retornou a Kansas City, onde iniciaria sua carreira como cartunista no estúdio Gray Adversiting Company.
Em 1920, Disney já produzia desenhos animados em sua produtora Laugh-O-Gram, que criou em conjunto com o irmão Roy e o amigo Ub Iwerks. Três anos depois seguiu para Hollywood, onde foi recebido por seu irmão. Juntando suas economias, construíram uma câmara na garagem do tio Disney e acabaram recendo um pedido de Nova York para o curta "Alice Comedy".
Osvaldo_coelho_sortudo.jpg
                                                           Oswald, the lucky rabbit / Foto - Reprodução


Depois do curta, veio Oswald, o coelho sortudo. Depois do grande sucesso de seu personagem, Walt vai para Nova York e descobre que a pessoa que encomendara "Alice" e "Oswald" roubara-lhe os personagens. Mas nada estava perdido, pois Mickey Mouse já reinava na cabeça de Disney. Mickey, anteriormente Mortimer, foi criado em uma viagem de trem, em 1928, para competir com o sucesso Felix the cat, o Gato Félix. Com essa ideia em mente e a parceria Disney-Roy-Iwerks consolidada, Mickey Mouse acabou tornando-se o maior sucesso dos estúdios Disney. Nessa época, Walter já conhecia sua esposa, Lilian Bonds, e foi ela quem deu a ideia de mudar o nome de Mortimer, para Mickey Mouse.
A estreia do ratinho aconteceu como o desenho sonoro "Steamboat Willie", exibido no Colony Theatre em Manhattan, Nova York, ainda em 1928. Surgiram, logo após, personagens que contracenariam com Mickey: Minnie, Pato Donald, Pateta e Pluto; que estrearam em "Silly Symphonies", com o Technicolor já incorporado a sua animação.
"Em 1932, o filme intitulado “Flowers and Trees” desta série conferiu-lhe o primeiro de seus 32 Oscars." (Disney Mania)
Walt, sempre com uma carta na manga, não desanimou nem quando Pot Powers, um dos sócios, manipulou o valor dos bilhetes. Foi aí que decidiu produzir o primeiro longa-metragem animado, sonoro e em cores: Branca de Neve e os Sete Anões. Depois de protestos da equipe e três anos de produção, o filme foi apresentado no Carthay Circle Theatre, em Los Angeles. Branca de Neverendeu fundos para a construção de um novo estúdio, onde seriam criados PinóquioFantasia e Bambi, e ainda um novo Oscar.

especial-historia-walt-disney-2-3.jpg
                                        Walt Disney apresenta Branca de Neve e os Sete Anões / Foto - Reprodução

Segunda Guerra Mundial

* Filme no final da página

A construção do novo estúdio em Burbank, Califórnia, estava concluída e a equipe contava com mais de mil profissionais. Com a Segunda Guerra Mundial, Walt passou a colaborar com o FBI e engajou grande parte de sua equipe em trabalhos para o governo. Assim, começou a produzir filmes de propaganda militar com seus personagens mais famosos. Um deles, o curta-metragem "The Story of One of Hitlers Children as Adapted from: Education for Death - The Making of the Nazi" se dá como propaganda antinazismo, lançado em 1943. Ainda nesse ano, Pato Donald estrelou "Der Fuehrer's Face", como um nazista. Censurados pelo próprio Walt Disney no fim da Guerra, foram lançados em DVD (Walt Disney Treasures) em 2004.



Ainda na década de 40, Walt criou José Carioca, o Zé Carioca, em turnê pela América Latina, mero esforço dos Estados Unidos para reunir aliados durante a guerra que ficou conhecido como política de boa vizinhança. O personagem foi criado em homenagem a José Carlos, cartunista brasileiro, no Rio de Janeiro.Porém, após a guerra, os estúdios Disney não andavam muito bem.
O pós-Guerra
Assim, Walt Disney tinha duas opções: fazer um filme ou vender sua empresa. Decidiu pelo filme e escolheu Cinderela, de 1950. O primeiro longa com atores veio ainda em 50, com "A Ilha do Tesouro". Mais de dez anos depois, os estúdios produziram "Mary Poppins", baseado nos livros de P. L. Travers. Com a participação de Julie Andrews, o filme concorreu ao Oscar em 14 categorias, levando cinco prêmios. Pioneiro ao levar a animação aos cinemas, Disney também inovou na televisão com "The Mickey Mouse Club" e "Zorro", e depois aos apresentar um programa totalmente colorido, o "Wonderful World of Color".

mickey-80-anos-walt-disney-04g.jpg
                                               Walt e sua mais famosa criação / Foto - Reprodução



Disneyland
Mesmo com o sucesso de seus filmes, Walt queria fazer um parque onde crianças e adultos pudessem brincar juntos. Para isso criou, em 1952, a WED - Walter Elias Disney para desenvolver a Disneyland. Como tratava-se de um projeto pessoal, a WED inicialmente era uma empresa privada, sendo incorporada a Walt Disney Productions somente em 1965.
Depois de encontrar um grande terreno em Anaheim, Los Angeles, Walt construiu a Disneyland em parceria com a rede de televisão ABC, inaugurada em 1955. Nem tudo ocorreu às mil maravilhas, levando a seu fechamento por três semanas para reparos de possíveis problemas. Um dos impasses era a falta de espaço para a realização das ideias de Disney, entre elas uma cidade do futuro.
especial-historia-walt-disney-3-1.jpg
                                                                                                Foto - Reprodução


Achado na Flórida e os Imagineers
Dez anos depois da inauguração da Disneyland, Walt Disney adquiriu um terreno de 111 km² no centro do estado da Flórida. A ideia era construir um novo parque temático, um centro de férias com hotéis e resorts e o projeto principal, o Epcot. Depois de sete anos de planejamento e quase cinco de construção, o Walt Disney World foi aberto ao público, em 1º de outubro de 1971, com o Magic Kingdom. Já o Epcot Center, em 1982.
Porém, Walt veio a falecer em 1966, não tendo a oportunidade de ver seu projeto se concretizar. Com a ajuda de Lilian, a mulher de Disney, e de suas filhas Diane e Sharon, seu irmão Roy continuou comandando os negócios. O Walt Disney World integra os parques Magic Kingdom, Epcot, Disney's Hollywood Studios e o Disney's Animal Kingdom, que ilustra a paixão de Disney pelo meio ambiente. Conta ainda com 24 hotéis-resorts; dois parques aquáticos, o Disney's Typhoon Lagoon e o Disney's Blizzard Beach; ESPN Wide World of Sports; o Disney's BoardWalk; e o Downtown Disney.


DSC00659.JPG 
                                                        Epcot Center / Foto: Acervo


Uma vertente criativa de Walt que também se manteve viva, foi a WED, que passou a se chamar Walt Disney Imagineering - WDI em 1986. Localizada em Glendale, Califórnia, os imagineers são responsáveis pela pesquisa e desenvolvimento dos parques temáticos e resorts. Existem escritórios em Lake Buena Vista, na Flórida, Tóquio, Paris e Hong Kong. São eles que criam novas atrações e restauram as já existentes. Atualmente, cerca de duas mil pessoas trabalham na empresa, entre artistas, arquitetos, escritores, engenheiros, designers etc.
A tecnologia criada pelos imagineers está representada por cem patentes, como o sistema computadorizado empregado na montanha-russa Space Mountain (1975), por exemplo. Eles criam desde os castelos até os espetáculos com fogos-de-artifício, combinando a história do parque com tecnologia. Os projetos dos parques temáticos, hotéis, restaurantes, distritos de entretenimento, parques aquáticos, cruzeiros, shows e toda a interatividade dos parques Disney passam pelos imagineers, os responsáveis pela realização do seu sonho. "Never give up on your dreams", porque sempre existirá um imagineer para realizá-lo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário